quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Faina Maior - A Pesca do Bacalhau nos Mares da Terra Nova

-
Era um firme desejo da Associação dos Amigos do Museu de Ílhavo concretizar a reedição do livro Faina Maior – A Pesca do Bacalhau nos Mares da Terra Nova, de Francisco Marques e Ana Maria Lopes (1996).

Por razões de vária ordem, ainda não tinha sido possível, mas, este Verão, ao arquitectarmos alguns posts sobre «Creoula – 1973, através da objectiva de António São Marcos», conseguimos ultrapassar, graças a um procedimento levado a efeito há cerca de vinte anos, um problema técnico que existia com essas fotografias. Enfim, foi superado.

Por outro lado, durante uns tempos, achámos alguma piada a que dois dos livros em que mais nos  tínhamos empenhado estivessem esgotados, mas, com o andar dos tempos, passámos a não achar tão curioso assim. Se, na realidade, não pudéssemos pôr as mãos à obra, satisfazendo o desejo dos Amigos do Museu, não seria muito fácil reerguê-la.

Entre as duas edições, decorreram 15 anos, o suficiente para que a técnica de “fabricar” um livro tivesse mudado como do dia para a noite. O texto, de dactilografado passou a digitado, as imagens, de suporte em papel, passaram a ser digitalizadas, melhoradas, tratadas, photoshopadas q. b.

Sem esquecer, o principal – reencontrá-las, entre tantas mãos por que passaram. O nosso muito obrigada a quem no-las cedeu.

Era nosso desígnio, pela falta do saudoso co-autor Francisco Marques, manter o livro inalterável. E com perseverança, conseguimo-lo.

O tema escolhido – a reportagem ou o relato – de uma campanha de barra a barra (neste caso, da de Aveiro), de um lugre da pesca do bacalhau à linha, dos anos 30, com toda a azáfama, dureza, angústia, saudade, sacrifício e empenho, nos gelos perpétuos, era imutável.

E assim se manteve.

Viajemos no tempo, percorramos o cais dos bacalhoeiros, entremos a bordo de um desses lugres…Faça-o connosco.

Na Gafanha da Nazaré, frente às ‘secas’ de bacalhau que ao correr da ria se estendem de Norte a Sul, estão amarrados, de proa e de popa, cerca de duas dezenas de lugres de três mastros, construções de madeira, cascos de diferentes cores, cada um com a preferida pela sua Empresa e que, ao longe, o identifica.
Airosos, cascos finos e elegantes, muitos deles, mastros bem guindados, graciosos paus de bujarrona. Entremos num destes veleiros, já em ablativos de partida.
-
Foi com muita ansiedade e satisfação que, hoje, recebemos da gráfica, a edição pronta, nas suas 112 páginas e 142 fotografias de época, consagradas, a preto e branco.



2ª Edição – 2011


Será apresentada no próximo dia 19 de Fevereiro de 2011, sábado, pelas 16 horas, no Auditório do Museu Marítimo de Ílhavo.

Lá esperamos por todos os Amigos que nos trarão o aconchego próprio destes momentos.


Gafanha da Nazaré – Lugres e secas do bacalhau


Fez e continua a fazer história a Faina Maior.


Postal antigo – Arquivo pessoal da autora

Ílhavo, 26 de Janeiro de 2011

Ana Maria Lopes
-

8 comentários:

fangueiro.antonio disse...

Bom dia.

Que notícia fabulosa, o regresso deste livro para venda. E por favor não voltem a achar piada ao facto de estarem esgotados :).

Atentamente,
www.caxinas-a-freguesia.blogs.sapo.pt

João Reinaldo disse...

Até que enfim!
Vamos ter, finalmente, a tão procurada, ao longos destes 15 anos,
2ª edição do " Faina Maior ".
Com a fidelidade da primeira, com textos e fotografias melhorados e se, como já me constou, não vai haver alteração no preço do livro, acho melhor prepararmo-nos já para a terceira edição!
Bem haja
JR

Tiago Neves disse...

Lá estarei! É óptimo saber que este livro vai voltar às "bancas". Será mais uma excelente leitura sobre esta nossa "Faina Maior".

Cumprimentos,
Tiago Neves.
www.roda-do-leme.com

Atlântico Azul disse...

Parabéns, Ana Maria!!!
E obrigada, pois como eu outras pessoas também não terão um exemplar! Grande beijinho!

barcoantigo disse...

Muito me alegro da reedição do seu livro cara amiga. Farei os possiveis para estar presente.
Abraço desde Viana

Anónimo disse...

Já em destaque no Portal da Associação dos Portos de Portugal, http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=4587

Jorge Portojo disse...

Cara Senhora D. Manuela.
Estou a preparar um trabalho em pps sobre o Bacalhau - história e fotos de pratos tradicionais portugueses, a maior parte delas da minha autoria, destinado apenas para a divulgação via internet para os meus amigos espalhados pelo mundo.
Assim, acho que o meu trabalho ficará enriquecido com a foto dos Lugres e Seca na Gafanha da Nazaré,a qual peço autorização para a reproduzir, devidamente identificada bem como o seu blogue.
Aguardo, por favor, a sua autorização. Melhores cumprimentos do Jorge Portojo

Ana Maria Lopes disse...

Caro Senhor:

Queira desculpar, mas chamo-me Ana Maria Lopes.Quanto à foto dos lugres e da seca, por mim, pode usá-la. Faz parte do meu arquivo pessoal, mas é um postal que muitas outras pessoas têm. Porventura, quem o comprou e/ou digitalizou. Use, pois, à vontade, identificando as fontes, se possível.
Cumprimentos.