domingo, 16 de abril de 2017

Curso de Pilotagem de 1900

-
Pessoa amiga, bisneta de um dos fotografados, ofereceu-me, ontem, esta fotografia extremamente curiosa, bem como a sua identificação. Preciosa!!! Um rico folar de Páscoa!...
Trata-se de uma foto de estúdio, creio, à época, do jovem curso de pilotagem, em 1900.
O seu trajar seduziu-me – fatinho de calça, paletó e colete, camisa de colarinhos gomados e levantados, gravata, botim ou sapato fino, lencinho no bolso do casaco, à janota.
A maioria de bigodinho a preceito, todos de cabeça coberta por chapéu de feltro escuro ou panamá, de palhinha, tipo galã. Que pose!... Fazendo parte de um curso de pilotagem de 1900, viriam a ser futuros homens do mar – pilotos, imediatos e, mais tarde, capitães.
Por grande curiosidade, estão todos identificados, bem como nomeada a terra de onde são provenientes.
Quase todos de mãos ocupadas com livros de registos e de belos instrumentos náuticos – ampulhetas, sextantes, oitantes, globo, etc. Um primor!
Constituem um belo quadro do nosso passado «ílhavo»!
Curso de Pilotagem de 1900

No verso, surge a identificação e algumas nótulas com interesse, dada a sua antiguidade.
É foto que circula por aí, entre a família Ré, que já conhecia, mas que havia apenas visto em fotocópia, o que não resultava para o que queria.
Identificação do Curso de Pilotagem de 1900
Mais uma prova de que Ílhavo forneceu grande quantidade de oficiais para o mar! Dos dezassete fotografados, 9 são naturais de Ílhavo e dois, de Aveiro. Mais um do Porto, um de Cabo Verde, dois de Vila do Conde, um de Buarcos e outro de Celorico da Beira.
Dos de Ílhavo, estão identificados: Praia, João Tróia, João Guerra, Alexandre Simões Ré (patriarca da família Ré, nascido em 1880), João da Cruz, José Leite, Armindo Oliveira, Amândio Lau e Manuel da Agra Saltão. Todos os nomes nos são familiares.
À laia de nota – O explicador era Tolentino de Morais, ex-oficial náutico, na rua de S. Félix à Lapa, em Lisboa.
O custo da alimentação, alojamento e explicação rondava os 16 reais e 50.
O curso teria começado em 25 de Março de 1900 e o exame estava previsto para Setembro seguinte.
Belo apontamento!...
-
Foto cedida por pessoa amiga da Família Ré
-
Ílhavo, 15 de Abril de 2017
-
Ana Maria Lopes

3 comentários:

marmol disse...

É um documento muito importante. O Capitão Manuel Ferreira da Silva (Sardo)contava-me que depois do liceu, tivera explicações em Aveiro durante o ano ministradas por um oficial náutico. Dois meses antes do exame completava em Lisboa num explicador na R. dos Bacalhoeiros. Isto passa-se na década de 20.
Boa Páscoa.

Ana Maria Lopes disse...

Caro Amigo:

Muito obrigada pelos seus comentários aos últimos «posts». Cumprimentos.

Fernanda do Rosário da Silva Carvalho disse...

Adorei Ana Maria! Para além do valor documental e, a esta distância no tempo...é uma verdadeira ternura...